segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Sugestão de música: Te darei - Edinaldo Mendes



LETRA:


O que posso agora eu te ofertar

A minha anseia em saber
Se tão pouco eu tenho pra te ofertar
Tu Mereces tanto receber

Te darei, te darei
Te darei Jesus
Minha Vida o meu ser
Te darei

O tu que fazes a rosa se abrir
E o pranto torna em sorrir
O que devo eu te oferecer
Quer minh'alma hoje pois saber

Te darei...

Sugestão de música: Sonhos de Deus - J. Neto




LETRA:

Sei que tens ciume, da minha adoração

Mas não há outro além de Tí
Ocupando o Teu lugar, no meu coração

Fiz aliança contigo, diante do altar
Não é igual a aliança dos homens
O fogo não consome
Ninguem pode quebrar

Fiz deste meu coração, o teu Moriá
Pode provar minha fidelidade a tí
Ainda que Tu me peças
Pra te entregar a minha vida
O meu maior tesouro, por Tí, eu darei

Abro mão dos meus sonhos
Do que a vida me deu
Digo sim pro teu reino, e não pro meu eu (bis)
Escolhi sonhar os sonhos
Escolhi sonhar os sonhos de Deus

Sugestão de música: Me faz lembrar - Sérgio Lopes



LETRA:

Quando eu tentar

Te esquecer
E confiar no meu querer
Me faz lembrar
De onde eu vim
E que o Senhor
Me trouxe até aqui

Quando eu tentar
Fazer uma canção
E me faltar
A mesma inspiração
Me faz lembrar
Que nada posso ser
Se da tua graça eu não depender

Me faz lembrar
Daquelas madrugadas de oração
E das lágrimas no chão
E que o tempo ao passar
Vai tentando apagar do coração
Me faz lembrar
Onde eu deixei o meu primeiro amor
Se for preciso vou recomeçar
Mas confesso que dependo do Senhor

Sugestão de música: Mais que vencedor - Oséias de Paula




LETRA:

Eu sei que não estou sozinho

Que neste meu caminho
Você vem comigo
Eu sei que apesar das tentações
E até mesmo provações
Jamais sou vencido

E na hora do perigo
Você está bem perto
Nos momentos mais incertos
Você é o amigo certo
Quando tenho algum problema
Contigo eu converso,
Tu és meu Deus, meu Salvador
O dono do universo

Contigo eu sou ( contigo eu sou )

Mais que vencedor
Contigo eu sou ( contigo eu sou )
Mais que vencedor
Nada pode
Me separar Senhor
Do teu divino amor

Nada pode
Me separar Senhor
Do teu divino amor

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Sugestão de música: Quero Aprender - Sérgio Lopes





LETRA:
Senhor Jesus
Até me acostumar com o peso dessa cruz
Resplandecendo em meu rosto a Tua luz
Muitas batalhas eu vou enfrentar
Quero aprender a ser somente servo e Te obedecer
E se preciso for por teu amor morrer
Ou ser exemplo vivo de poder, Senhor.

Quero aprender
Amar como a mim mesmo quem me odiar
Usar as minhas mãos para abençoar
Contigo ter eterna comunhão
Oferecer a minha própria vida em holocausto
E assim eu vencerei todo obstáculo
Quero aprender Senhor ser barro em tuas mãos.

Oferecer a outra face a quem na face me bater
Com Tua verdade me comprometer
E que não viva eu mais Cristo viva em mim.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Sugestão de Música: Armadura de Deus - Bp. Francisco de Asis



LETRA:



Dá-me Senhor Tuas mãos

Pra que eu possa nas lutas vencer
Quando vierem as tribulações
Me reveste com escudo da fé

Dá-me Senhor Tuas mãos
És meu Deus e minha salvação
Quando eu tentado for
Venhas me consolar
Não me deixes abatido ficar

Dá-me Senhro a espada
Do Espirito que rege a vida
Me reveste com a Tua armadura
Com a verdade o amor e a justiça

Dá-me Senhor tuas mãos
Es meu Deus es minha salvação
Dá-me forças e poder
Pra que eu possa lutar
E a vitória sempre alcançar

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Nem três, nem reis, nem magos!

O trio de famosos personagens natalinos são mais baseados na tradição que nas Escrituras


“E, tendo nascido Jesus em Belém de Judeia, no tempo do rei Herodes, eis que uns magos vieram do oriente a Jerusalém, Dizendo: Onde está aquele que é nascido rei dos judeus? Porque vimos a sua estrela no oriente, e viemos a adorá-lo.”(Mateus 2:1-2)
Segundo a tradição, três reis magos do Oriente dirigiram-se a Belém, guiados por uma estrela. Mas, como mostrado no trecho acima, a Palavra Sagrada não cita se eram três, nem se eram reis. Além disso, a palavra “mago”, tal como usada antigamente, não designava exatamente um feiticeiro, como hoje a conhecemos. O termo era utilizado para sábios, conselheiros ou cientistas, como os astrônomos.
Guiar-se pelas estrelas em caminhos de terra e mar era muito comum, assim como medir períodos pelos astros. A ciência da astronomia é bem mais antiga do que sugerem os modernos observatórios e telescópios de hoje. O homem teve de batalhar por milênios, com instrumentos rudimentares, para chegar ao conhecimento do universo que temos hoje. Há cerca de 2 mil anos, a observação a olho nu era quase tudo o que tinham para desenhar os mapas estelares. Atualmente, equipamentos como o telescópio orbital Hubble ajudam o ser humano a entender um pouco melhor a dinâmica do universo.
Voltando à tradição, convencionou-se popularmente que os magos citados na Bíblia eram reis, dois brancos e um negro, e seus nomes eram Gaspar, Melchior e Baltazar.
“E, tendo eles ouvido o rei, partiram; e eis que a estrela, que tinham visto no oriente, ia adiante deles, até que, chegando, se deteve sobre o lugar onde estava o menino.
E, vendo eles a estrela, regozijaram-se muito com grande alegria. E, entrando na casa, acharam o menino com Maria sua mãe e, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro, incenso e mirra.”(Mateus 2:9-11)
O apóstolo se refere a uma casa, sem dar maiores detalhes. Nada de estábulo, nada de manjedoura, ainda que pudesse ser uma casa humilde. Nem mesmo a figura de José, marido de Maria, aparece nos escritos. Nada garante, também, que chegaram logo que Jesus nasceu. Nem que havia pastores na cena. A Bíblia diz somente que os magos do Oriente, guiando-se por uma estrela, encontraram Jesus ainda bebê, para adorá-lo. A parte que se refere aos pastores, que ouviram dos anjos sobre o nascimento do Rei dos Reis e foram encontrá-lo deitado em uma manjedoura (um cocho onde se depositava o feno para alimentar o gado), na companhia dos pais, em um estábulo de uma pousada (pois não haviam achado vagas de hospedagem naquela noite por ser a época do censo), está dois livros adiante, no evangelho de Lucas, no capítulo 2. Ao que tudo indica, os pastores chegaram logo que Cristo nasceu, e os magos dias depois, quando o casal e seu bebê já haviam achado uma casa para a devida hospedagem. Daí pode ter vindo a tradição de o Natal ser celebrado em 25 de dezembro e o chamado “Dia de Reis” somente em 6 de janeiro.

Nobreza oriental
Quando a Bíblia se referia ao Oriente, era relativo à Mesopotâmia, onde ficava a Babilônia durante séculos e onde, no tempo de Jesus, dominava o Império Persa. Voltando à palavra “mago”, o termo designava os cientistas, sobretudo os astrônomos, que eram alçados a uma classe social bastante elevada, conviviam com a nobreza e frequentavam os palácios, o que também justificaria as riquezas que carregavam, com um pouco das quais presentearam a família visitada (geralmente, objetos de arte ou outro produto típico do reino do visitante), outro costume da época. Séculos antes, os magos babilônicos foram chefiados pelo profeta Daniel, cativo naquela cidade, mas cuja sabedoria o fazia precioso aos olhos do rei.
Como gozavam de privilégios na corte, fica mais fácil entender o motivo de muitos de fora acharem que eram reis. Provavelmente, as vestimentas e adornos não passavam despercebidos. Nobres que eram, distinguiam-se.

Os presentes
Os versículos de 9 a 11 também não fazem menção de serem três os viajantes. Convencionou-se dizer que eram três pelo número dos presentes citados: ouro, incenso e mirra, supondo-se que cada um deu um deles. O ouro evidencia a riqueza, a nobreza de um rei, tal como Jesus era o Rei dos Judeus das profecias. O incenso, nos templos, simboliza a oração que sobe a Deus, como a fumaça se ergue aos céus. A mirra é uma resina usada com fins antissépticos (e para embalsamamentos, simbolizando a luta contra a morte), algo de muito valor na época, comercializado a partir do Oriente. Muitos atribuem ao fato o costume atual dos presentes de Natal.
Era bastante comum a nobreza viajar em caravanas, com seguranças e até familiares. Nada justificava três nobres portando riquezas viajando da forma clássica que tanto foi propagada: três homens ricamente vestidos sobre camelos, com seus alforjes, e só.

Origem dos “perfis”
Muito da forma como os Três Reis Magos são conhecidos vem dos textos do monge anglo-saxão Beda, historiador, que chegou a dar detalhes da aparência dos visitantes, a quantidade e até nomes, tirados entre os mais comuns dos povos mesopotâmicos. A aparência deles remetia às raças mais comuns do mundo então conhecido, como se representassem todos os povos da Terra reconhecendo Jesus como seu rei. Isso foi idealizado mais de 800 anos após o Natal original. Na Idade Média, os magos começaram a ser adorados como santos, sem que nada mais se soubesse sobre sua existência. Reza a lenda, absurdamente, que os restos mortais dos três estão em uma catedral em Colônia, na Alemanha. Há quem afirme, também absurdamente, que os três eram irmãos. Novamente, nenhum respaldo bíblico para tais afirmações.

Perseguição
Herodes, com quem os magos teriam conversado quando procuravam Jesus, pediu aos viajantes que depois fossem ter com ele para dizer onde o novo Rei dos Judeus estava, para que também fosse adorá-lo. Contudo, ao retornarem para casa, os nobres orientais foram advertidos divinamente em seus sonhos para que voltassem por outro caminho, e não participassem a Herodes a localização do menino. Depois disso, José também foi advertido em sonho sobre a verdadeira intenção do rei, daí a famosa fuga para o Egito.
É sabido que Herodes, percebendo que os magos não voltaram a falar com ele, ordenou que todos os primogênitos de até 2 anos de idade fossem mortos, para que seu reinado não fosse ameaçado por aquele que chegaria para governar os homens, conforme as antigas profecias. Após a morte de Herodes, José, Maria e Jesus puderam voltar para casa. Tudo isso é contado em Mateus 2:12-15.

Ficção em cima da realidade
Em suma, ao que tudo indica, a tradicional história dos “Três Reis Magos”, ainda que bonita, foi apenas uma tentativa de “enriquecer” o texto bíblico, econômico em detalhes. Mas a riqueza do texto de Mateus está exatamente na simplicidade, em evidenciar Jesus como o verdadeiro Messias. Mesmo sendo uma bela história que tenta mostrar todos os reinos da Terra, representados na figura de três monarcas das etnias predominantes, curvando-se a um menino de uma família humilde enviado pelo próprio Deus, devemos discernir o que é verdade, tal como descrita no texto bíblico, e o que é acréscimo. Devemos focar no nascimento de Cristo e no fato de Ele ser o filho de Deus, (e o Próprio, que veio em forma de homem).
Claro que a visita dos magos também é importante, pois mostra o reconhecimento de Jesus como seu mestre e digno de adoração, assim como a divulgação da Boa Nova por eles quando voltassem às suas terras. Entretanto, detalhes a mais devem ser encarados apenas como uma lenda, fora do texto bíblico, ainda que tenha sido adaptada dele.

Por Marcelo Cypriano (marcelo.cypriano@arcauniversal.com)

Sacrifácil ou Sacrifício?

Fácil ou Difícil?

Perder é bem mais fácil que ganhar.

Acertar é bem mais difícil que errar.
Destruir é bem mais fácil que construir.
Cantar bem é bem mais difícil que desafinar.
Casar é bem mais fácil que ficar casado.
Esperar é bem mais difícil que precipitar.
Ensinar é bem mais fácil que praticar.
Crer é bem mais difícil que ver.
Sentir é bem mais fácil que refletir.
Continuar é bem mais difícil que desistir.
Criticar é bem mais fácil que fazer.
Falar a verdade é bem mais difícil que mentir.
Gostar é bem mais fácil que amar.
Perdoar é bem mais difícil que ressentir.
Gastar é bem mais fácil que economizar.
Se controlar é bem mais difícil que perder a cabeça.
Ser ateu é bem mais fácil que crer em Deus.
Sacrificar é bem mais difícil que se acomodar.
Esquecer é bem mais fácil que lembrar.
Prestar atenção é bem mais difícil que se distrair.
Seguir igual é bem mais fácil que mudar.

Você quer mais fácil ou mais difícil?

Bp. Renato Cardoso

Sugestão de música: Não há barreiras - Álvaro Tito


r

LETRA:

Sei que os problemas vão surgir

Sei que provações virão
Põe a tua fé no intercessor que é Jesus
Que sempre te estende a forte mão

Sei que as muralhas do temor
Hão de intimidar teu ser
Mas põe a tua fé no intercessor que é Jesus
E as barreiras tu irás romper

Pois não há barreiras
Para aquele revestido do poder
Que vem de Deus
Destruindo todo mal e dor
As mais altas barreiras
Tu irás transpor

Sei que não há nada
Nem ninguém
Que consiga separar (separar)
Um cristão de Deus
E de uma vida mais além
No céu onde os temores vão cessar

É intransponível esse amor
Que Jesus tem pelos seus
Dando o livramento em plena luta
Em plena dor
Jesus é o nosso grande intercessor

Pois não há barreiras
Para aquele revestido do poder
Que vem de Deus
Destruindo todo mal e dor
As mais altas barreiras
Tu irás transpor

sábado, 17 de dezembro de 2011

Sugestão de música : A força da minha vida - Josué Rodrigues




LETRA:

A força da minha vida é o Senhor

De quem me recearei?
Se uma guerra contra mim se levantar
Ainda assim n'Ele eu confiarei

O meu coração tem ouvido o Senhor dizer:
"Vem falar Comigo povo meu"
E então o meu coração responde:
"Senhor estou indo
Guia-me por este estreito caminho"

A minha alegria é o Senhor
Que conheceu minh'alma e não me desprezou
Esperando neste Deus que me fortalecerá
Vencerei até o que for mais forte do que eu

O meu coração tem ouvido o Senhor dizer:
"Vem falar Comigo filho meu"
E então o meu coração responde:
"Senhor estou indo
Guia-me por este estreito caminho"

A minha alegria é o Senhor
Que conheceu minh'alma e não me desprezou
Esperando neste Deus que me fortalecerá
Vencerei até o que for mais forte do que eu

O meu coração tem ouvido o Senhor dizer:
"Vem falar Comigo filho meu"
E então o meu coração responde:
"Senhor estou indo
Guia-me por este estreito caminho"

E antes eu nem sequer podia andar
Mas Jesus o tornou largo suficiente para eu passar
E antes eu nem sequer podia andar
Mas Jesus o tornou largo suficiente para eu passar.

Sugestão de música: Natureza Humana - Ségio Lopes





LETRA:

Ninguém é tão perfeito que consiga
Fugir dos olhos vivos do Senhor
Que vê além do mais profundo abismo
E até segredos que eu nunca falei
Ele sabe cada um dos meus desejos
O que faço, onde ando quem procuro
Conhece o meu passado e o meu presente
E quer fazer feliz o meu futuro.

Eu luto é contra a minha própria alma
A natureza humana que há em mim
Eu quero sepultar o velho homem
E andar em comunhão com Cristo
Viver, cantar só para ele
Morrer pro mundo e reviver pra Deus.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

O que você gostaria de ver no Blog Homem de Fé?

Sugira uma matéria, um assunto, um tema de sua preferência. Vamos nos empenhar para atender a todos...

Sugestão de Música: Carvalhos de Justiça - Josué Rodrigues




LETRA:

O Espírito do Senhor Deus está sobre mim

Porque o Senhor me ungiu a pregar Boa Nova aos quebrantados
E enviou-me a curar os quebrantados de coração
E a livrar todos os cativos
E a por em liberdade todos os algemados
E apregoar o ano aceitável do Senhor
E o dia da vingança do nosso Deus

A consolar todos os que choram
E a por sobre os que em Sião de luto estão
Uma coroa ao invés de cinzas
Óleo de alegria ao invés de pranto
Vestes de louvor ao invés de espírito angustiado
A fim de que se chamem
A fim de que se chamem
Carvalhos de justiça
Plantados pelo Senhor
Para a sua glória

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Sugestão de música: Deus de Aliança (Deus de promessa) - Toque no Altar




LETRA:


Sei que os Teus olhos
Sempre atentos permanecem em mim
E os Teus ouvidos
estão sensíveis para ouvir meu clamor
Posso até chorar...
Mas a alegria vem de manhã
És Deus de perto e não de longe
Nunca mudastes, Tú és fiel

Deus de aliança, Deus de Promessas
Deus que não é homem pra mentir
Tudo pode passar, tudo pode mudar
Mas Tua palavra vai se cumprir

Posso enfrentar o que for
Eu sei Quem luta por mim
Seus planos não podem ser frustrados
Minha esperança está
Nas mãos do grande Eu Sou
Meus olhos vão ver o impossível
Acontecer...



quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Sugestão de música: Agindo Deus - Melissa




LETRA:
Ninguém explica o que eu sinto
Quando louvo a Deus de todo o coração
O que eu sinto é muito forte
É muito mais que simples emoção.

É a presença de um Deus vivo e fiel
Que cumpre o que diz
Que sacrifica o próprio filho
E te faz vencer e ser feliz.

Mas se as lutas vem e distorcem
As palavras do Senhor
Não fique assim, não é o fim
Nada é em vão.

Se tua fé está firmada
Nas promessas de Jesus
Quem poderá te impedir de ver a luz.

Agindo Deus
Quem impedirá a benção meu irmão
Agindo Deus
Teus inimigos não te alcançaram
Agindo Deus
Toda justiça não te faltará
Agindo Deus
Tua vitória quem impedirá ninguém

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Sugestão de música: Sou de Deus - Bp. Marcelo Brayner









LETRA:

Vim aqui senhor pra te dizer
Foi bom te conhecer
Mais quero mais de ti

No teu nome eu creio meu senhor
Eu sinto o teu amor
Mas quero mais de ti

Eu quero um compromisso
Ter intimidade contigo
Quem olhar pra mim diga isso
Que eu sou de Cristo

Total fidelidade
Só fazendo a tua vontade
Quem olhar par mim veja que eu sou de Deus

domingo, 11 de dezembro de 2011

Sugestão de Música: Verdadeiro Encontro - Bp Adilson Silva


Letra:

Senhor eu não consigo mais, falar, do que se passa aqui, dentro de mim

Meu Deus eu não suporto mais, a dor, se é necessário assim
Pra te encontrar aqui
Meu Deus contigo eu quero ter, um verdadeiro encontro
Sentir neste momento, o que nunca eu senti
Vem enxugar as lágrimas, que rolam no meu rosto
Não quero mais, continuar, sofrendo assim

Meu coração deseja encontrar,
A verdadeira alegria, que há em ti
Agora eu não quero mais chorar
De tristeza e angustia, vem me fazer feliz.



Sugestão de música: Asas do louvor - Alex Filho



Letra:

O céu se abrira quando eu clamar Teu nome

Quando eu chorar feito criança com fome da Tua palavra
Vem saciar senhor, me alimenta com Teu vinho e pão
Eu quero estar Jesus em tua presença
Em total condição de adorador

Então faz o meu louvor voar faz o meu louvor subir
Pra receber direto de tua fonte o óleo da unção
Então faz o meu louvor voar faz o meu louvor subir
Ficar bem perto pra poder tocar o teu coração

Tirei as sandalias pra adentrar
No santo dos santos
Lavo em teus rios as minhas vestes
Me cobre Senhor com Teu manto de luz
Vem saciar....



quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

A Matemática do Reino de Deus

No Reino de Deus Há Duas operações: Somar e Multiplicar
O Seguidor Soma o Discípulo Multiplica!

E no reino do diabo? Restam duas, que por sinal é especialidade dos seus seguidores: Subtrair e Dividir. O diabo tem conseguido Subtrair muitas pessoas do reino de Deus através da Divisão!

O diabo trabalha para impedir aquilo que o Senhor Jesus pediu em oração:

"Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra; a fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste. Eu lhes tenho transmitido a glória que me tens dado, para que sejam um, como nós o somos; eu neles, e tu em mim, a fim de que sejam aperfeiçoados na unidade, para que o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste, como também amaste a mim."(João 17:20-23)

 Assim como há os discípulos do Senhor Jesus, há os discípulos do mal, quanto a estes, a palavra de Deus adverte: "Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem lhe deis as boas-vindas. Porquanto aquele que lhe dá boas-vindas faz-se cúmplice das suas obras más." (II João 1:10,11) Ou seja se você quer estar unido com Deus, será necessário se afastar daqueles que não tem o mesmo propósito. O nosso envolvimento com aqueles que não são da mesma fé deve ser somente para ganhá-los para Jesus. O cristão não deve "misturar os vinhos" muito menos ser um "crente Raimundo", um pé na igreja, um pé no mundo!

 Para a brasa permanecer acesa deve permanecer na fogueira, para o cristão, permanecer na fé, deve estimula-la: "Consideremo-nos também uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras. Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns." (Hebreus 10:24,25)
Nós estamos numa guerra espiritual onde o diabo tem trabalhado para que os filhos de Deus estejam cada vez mais desunidos (divididos) enquanto os filhos das trevas estão cada vez mais unidos. "E elogiou o senhor o administrador infiel pela sua esperteza, porque os filhos do mundo são mais hábeis na sua própria geração do que os filhos da luz". (Lucas 16:8)
Somos soldados do Senhor dos Exércitos, a única maneira do diabo prevalecer é fazendo você perder o seu foco, se envolvendo com o mundo ao invés de se envolver com as coisas de Deus. "Nenhum soldado em serviço se envolve em negócios desta vida, porque o seu objetivo é satisfazer àquele que o arregimentou." (II Timóteo 2:4)
*Vamos gastar as nossas forças construindo "pontes" e não "muros" 

Ponte ou Muro?

Certa vez, dois irmãos que moravam em fazendas vizinhas, separadas apenas por um riacho, entraram em conflito. Foi a primeira grande desavença em toda uma vida trabalhando lado a lado.

Mas agora tudo havia mudado. O que começara com um pequeno mal entendido finalmente explodiu numa troca de palavras ríspidas, seguidas por semanas de total silêncio.

Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem à sua porta. Ao abri-la, notou um homem com uma caixa de ferramentas de carpinteiro em sua mão, que lhe disse:

- Estou procurando por trabalho, talvez você tenha um pequeno serviço aqui e ali. Posso ajuda-lo?

- Sim! - disse o fazendeiro. - Claro que tenho trabalho para você. Veja aquela fazenda além do riacho. É de meu vizinho, na realidade, meu irmão mais novo. Brigamos muito e não posso mais suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira perto do celeiro? Quero que você me construa uma cerca bem alta ao longo do rio para que eu não mais precise vê-lo.

- Acho que entendo a situação, disse o carpinteiro.
 Certamente farei um trabalho que lhe deixará satisfeito.

Como precisava ir à cidade, o irmão mais velho entregou o material e partiu. O homem trabalhou arduamente durante todo aquele dia medindo, cortando e pregando.
Quando o fazendeiro chegou, não acreditou no que viu: em vez de cerca, uma ponte foi construída ali, ligando as duas margens do riacho.

Era um belo trabalho, mas o fazendeiro ficou enfurecido e falou:

- Você foi atrevido construindo essa ponte depois de tudo que lhe contei.

No entanto, as surpresas não haviam terminado.

Ao olhar novamente para a ponte viu o seu irmão se aproximando de braços abertos.

De repente, num só impulso, o irmão mais velho correu na direção do outro e abraçaram-se, chorando no meio da ponte.

Emocionados, viram o carpinteiro arrumando suas ferramentas e partindo.

- Não, espere! - disse o mais velho. Fique conosco mais alguns dias, tenho muitos outros projetos para você.

O carpinteiro então lhe respondeu:

- Adoraria ficar. Mas, tenho muitas outras pontes para construir...

Já pensou como as coisas seriam mais fáceis se parássemos de construir cercas e muros e passássemos a construir pontes com nossos familiares, amigos, colegas do trabalho e principalmente nossos inimigos...

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Malicias

Fonte de vida são os pensamentos livres da malícia. Essa não só tem corrompido a pureza da boa fé, como tem sido principal responsável pela queda de muitos cristãos.


A frieza do amor nos últimos dias não diz respeito a relacionamentos entre as pessoas, mas, sim, em relação a Deus. Esse tipo de amor refere-se ao amor proveniente da fé. Isso tem sido visível nos dias atuais.

A qualidade de fé cristã atual tem se igualado à mesma vivida por Israel nos dias do profeta Jeremias. Há uma enorme apostasia da fé hoje em dia. E tudo isso gerado pela malícia.

Sugiro a meditação, não a leitura, do nono capítulo de Jeremias. Destaco o seguinte:

Meu povo…curva a língua, como se fosse o seu arco, para a mentira; fortalece-se na terra, mas não para a verdade, porque avançam de malícia em malícia e não Me conhecem, diz o Senhor. Jeremias 9.3

O fortalecimento do “cristão” malicioso, isto é, sua prosperidade, não tem sido para honrar ao Senhor Jesus, mas para disputar interesses pessoais. Por isso, gera malícia.

Portanto, guardai-vos cada um do seu amigo e em irmão nenhum deposite confiança; porque todo irmão não faz mais do que enganar, e todo amigo anda caluniando. Cada um zomba do seu próximo, e não falam a verdade; ensinam a sua língua a proferir mentiras; cansam-se de praticar a iniquidade. Vivem no meio da falsidade; pela falsidade recusam conhecer-Me, diz o Senhor. Jeremias 9.4-6

Quando o Espírito adverte contra a má consciência, na verdade, está se referindo ao espírito da malícia. Muito comum entre os convencidos e não convertidos. É preciso manter-se vigilante todo o tempo para não permitir o acesso da malícia ao coração.

Bp. Macedo

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Os sete mandamentos do homem de Deus

Considerando que o homem de Deus tem realmente a sua vida no altar, ou seja, corpo, alma e espírito, verifiquemos os seus sete mandamentos:


Primeiro: Ter para com o próximo exatamente a mesma consideração que tem para com Deus, pois está escrito: “Se alguém disser: Amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso; pois, aquele que não ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê” (I João 4:20).

Segundo: Cada homem de Deus representa o Senhor Jesus, e cada pessoa que chega à ele é enviada pelo Espírito Santo, a fim de que Seu servo lhe mostre o caminho da salvação. Uma vez salva, ela irá glorificar o Senhor Jesus. Foi por isso que Ele disse: “Ninguém pode vir a mim se o Pai que me enviou não o trouxer…” (João 6.44)

Terceiro: Jamais fazer as coisas de Deus relaxadamente. O profeta Jeremias disse: “Maldito aquele que fizer a obra do Senhor relaxadamente…” (Jeremias 48.10) Fazer as coisas de Deus relaxadamente é como enfrentar o pior inimigo com uma arma qualquer.

Quarto: Ter fome e sede de ganhar almas. Enquanto isso não acontece, o homem de Deus se sente tal qual Sara, Raquel e Ana. Elas sentiam amargura de alma, vergonha e humilhação. Esses sentimentos estão sempre importunando o homem de Deus estéril

Quinto: Ter alegria e o gozo ao ver, diante dos seus olhos, as pessoas nascerem de novo. Não há satisfação maior para aquele que tem a vida no altar do que ver pessoas que outrora pertenciam ao reino das trevas, hoje terem a plenitude do Espírito Santo, com semblantes limpos, alegres e felizes, glorificando o Nome do Senhor Jesus Cristo.

Sexto: Não ter ciúme e nem inveja do desenvolvimento do seu irmão. Ao contrário, regozijar-se com o seu crescimento, e orar para que ele dê ainda mais frutos. Como aquela mulher da parábola da dracma perdida, conforme ensinou o Senhor: “Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma, não acende a candeia, varre a casa e a procura diligentemente até encontrá-la? E, tendo-a achado, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu tinha perdido” (Lucas 15.8-9).

Sétimo: Não se preocupar apenas em trazer as pessoas para o Senhor Jesus, mas, sobretudo, fazê-las discípulas. Esta, aliás, é a característica mais acentuada do homem de Deus consagrado. Ele se preocupa em fazer discípulos mais do que qualquer outra coisa, pois sabe que o desenvolvimento do Reino de Deus neste mundo depende de homens que tenham o mesmo caráter do Senhor Jesus.

Bp. Macedo
( Mensagem do blog: "Deus, o Seu servo e o Seu Reino")

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Sintomas pós-sacrifício

O diabo não podendo cancelar o sacrifício e nem derrubar a pessoa, ele tenta sacudi-la! Por quê? Para impedir que ela tenha acesso ao que agora é seu por direito! De que maneira ele realiza esta investida?


Família – O familiar diz: “Olha só, você sacrificou, deu o dinheiro na Igreja e olha agora a situação em que está? A dever dinheiro, não tem comida, e nem sequer tem o suficiente para os transportes”.

Profissionalmente – Através de uma demissão (que na verdade é Deus a encaminhá-lo para um trabalho muito melhor);

Empresa – O empresário, que nota uma dificuldade em manter clientes. Um contrato que parecia estar certo, agora sofreu um atraso inexplicável.

Ataca a perseverança – A pessoa pensava que iria receber a resposta na mesma semana, mas não recebeu. Passaram-se duas, três semanas, um mês e, ainda assim, não recebeu…

Círculo social – Os amigos fazem pouco dela no trabalho, na universidade, na escola e a pessoa começa a ser humilhada.

Ação – A pessoa começa a ficar apática e sem reação. Não sente a necessidade de perseguir e, consequentemente, acomoda-se. Acha que, porque sacrificou, não precisa de agir.

Coloca a Fé em causa – Começa a sentir um pesar pelo sacrifício feito, ao ponto de pensar se realmente valeu a pena subir ao Altar. O povo de Israel (que já tinha saído do Egito) começou a olhar para trás e a recordar o Egito. Alguns até começaram a sentir saudades da comida do tempo da escravidão. (Números 11.4-6).

Espiritual – O mal que estava escondido e incubado revela-se como nunca.

Fidelidade – Surgem-lhe convites e oportunidades para fazer o que é errado (José foi assediado por uma mulher casada – Génesis 39.7).

Libertação – Sente-se tentado a dar atenção às coisas que um dia decidiu abandonar quando foi liberto.


Antes de uma grande realização, existe um grande teste. Antes de uma grande conquista, existe uma grande prova.
Se você se identificou com um ou mais dos argumentos acima, então, alegre o seu coração, porque o seu testemunho não tardará!

Bp. Julio Freitas

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Sete passos para você alcançar todos os seus objetivos.

Você já ouviu falar sobre este assunto, conhece os versículos bíblicos que o mencionam, escutou algu­mas das promessas e está familiarizado com as per­sonagens das Sagradas Escrituras. Mas, a pergunta que persiste na sua mente é a seguinte: “Serei realmente abençoado?”; “Será que isto vai funcionar para mim?”

Desde o primeiro dia em que entrei no Cenáculo do Espírito Santo aprendi a usar a minha fé através das correntes de oração e das campanhas de fé. Observei muitas vitórias na minha vida por meio das mesmas, assim como também as observei nas vidas de centenas de outras pessoas que também foram abençoadas. Contudo, também vi pessoas que “participaram” das mesmas campanhas de fé e fracassaram, simplesmente não receberam a bênção. Então, qual é o segredo? O que a pessoa deve fazer para ser abençoada numa campanha?
Os seguintes passos servirão para orientá-lo (a) a este respeito:

1. Traçar um objetivo
Todas as campanhas ou correntes de oração devem ter um alvo, um obje­tivo. Você tem que saber o que quer conquistar através da campanha; mas, também deve saber exatamente o que deseja, especificá-lo e não apenas pedir. Quando o Senhor Jesus pergun­tou ao cego “que queres que te faça?”, o mesmo não respondeu “quero ser abençoado e ser muito feliz”. O cego respondeu “Eu quero ver!”, ou seja, você tem que definir o que deseja e nunca esquecer o seu alvo.

2. Saber o que lhe vai custar conquistar o seu objetivo
As bênçãos de Deus não são recebi­das como por magia. Não basta sim­plesmente escrever num pedaço de papel, dizer algumas palavras mágicas e “tcharan”, a bênção aparece diante dos seus olhos. Deus faz milagres; porém, não é um mago, pois saiba que nada do que é bom é grátis. As­sim como procuramos saber o preço de algo antes de comprarmos, para saber se temos ou não condições de pagar, da mesma forma, precisamos saber o que queremos para depois podermos fazer o que for necessário para conquistá-lo.

3. Não dê início a nada se sabe que não irá concluir
Um dos principais motivos porque muitas pessoas fracassam no mo­mento de serem abençoadas numa campanha é a falta de determina­ção para perseguir/perseverar até conquistarem o que desejam. Pa­rece que se a bênção/resposta não chega em poucos dias, semanas ou meses, perdem a fé e, simplesmente, desistem. Quando você entra numa campanha de fé deve estar 100% dedicado à mesma e não desistir até que conquiste o objetivo traçado.

4. Fazer um sacrifício completo
Sacrifício significa “perder algo de valor para conquistar algo de um valor muito superior”. Você não pode conquistar algo de grande valor se não está preparado para perder ou sacrificar algo por isto. E o sacrifí­cio deve ser completo, ou seja, não pode ser parcial. A bênção que você deseja exige um sacrifício físico. Se para conquistar o que você deseja não é necessário ter a ajuda de Deus, então, para alcançar essa conquista, o seu sacrifício físico será suficiente; mas, se para o que você deseja con­quistar necessita da ajuda de Deus, então, a sua fé terá de ser posta à prova; será necessário materializá-la. Isto significa que o sacrifício deve ser físico, espiritual e econômico. Então, agora que você já sabe, assegure-se de que o seu sacrifício seja total e completo!

5. Creia, creia e creia
Isto é óbvio, mas muitas pessoas “participam” de uma campanha che­ias de dúvidas e medo e, por causa disso, fracassam e não são abençoa­das ou obtêm a resposta pretendida. Elas pensam: “E o que irei fazer, se isto não funcionar?”; “Por que é que isto é tão difícil de cumprir?”; “Por que é que tenho de fazer tudo isto?”; “Por que é que tenho de sacrificar?”, etc. Fé é certeza completa, e se você está nervoso, ansioso e inseguro, então, o que você tem é dúvida e não fé! Neste caso, você não deverá participar da campanha, porque, se o fizer, acabará por ficar decepcio­nado. “… tudo o que não provém de fé é pecado.” (Romanos 14.23). Você sabe quando está com fé para participar de uma campanha, ou seja, quando Deus fala ao seu coração e lhe diz: “Vai! Estou contigo e não te desampararei!”.

6. Não consulte A ou B
Porque a fé é uma segurança única e individual. Quando você tem fé para participar de uma campanha, não deve perguntar se deve ou não fazê-lo, pois é a sua própria fé que o deter­minará. As demais pessoas não com­preendem isto, esteja apenas seguro de fazê-lo de acordo com o espírito da Palavra de Deus. Se começarem a surgir muitas questões na sua men­te, já não se trata de fé, mas sim de dúvida.

7. Ação, ação e ação!
A campanha começa para você a par­tir do momento em que Deus fala ao seu coração e prossegue através da atitude que você tomar a seguir, cumprindo o seu sacrifício e con­quistando as suas bênçãos, mesmo que seja semanas ou meses depois da campanha.
Durante este período, você deve perseguir ativamente o que deseja sem dar a Deus, a satanás ou a si mesmo qualquer descanso até que o consiga.
Já observei muitas vezes que seguir os passos acima mencionados trouxe à existência o que não exis­tia na vida de todas as pessoas que o fizeram. O próprio Senhor Jesus aplicou estes mesmos passos na Sua missão aqui neste mundo. Ele sabia o que queria e o que precisava fazer para conquistá-lo. Ele estava definitivamente determinado a ir até ao final. Ele realizou o sacrifício mais completo de todos e estava tão ativo que nem teve tempo de Se alimentar com frequência (Marcos 6.31). JESUS ALCANÇOU TODAS AS SUAS METAS!
Eu creio firmemente nestes passos e sei que eles funcionam. Também creio firmemente que eles podem funcionar para você, se aplicá-los na sua vida. Você quer, realmente, uma vida completa?

Seu servo em Cristo, bispo Júlio Freitas.

As 7 palavras de Deus no Sinai

Deus disse a Moisés no Monte Sinai, mas também continua dizendo a cada um de nós, ainda nos dias de hoje…


1 – “Vem agora” Pare de olhar para trás, de fugir do seu passado e dos seus temores. Porque há muito tempo tenho VISTO as injustiças e a grande dor do Meu povo, e de maneira nenhuma esta situação poderá continuar. Eu só posso agir se você vier comigo e se juntar a Mim. Eu te chamo desse lugar, posição, situação de fracasso e derrota, para outro lugar, o lugar do realizado. Outra posição e situação esperam por si, a posição de bem-sucedido e a situação de êxito. É agora, Eu Sou o Deus do Já!

2 – “Tira as sandálias” Nada poderá, a partir de hoje, ser um separador entre você e Eu (dúvidas, orgulho, confiança nos bens materiais, medo, etc.), pois nada deve impedir que você receba toda a Energia do Meu Altar, recuperando, assim, esse Sonho esquecido que persiste dentro de si! Essa é a Minha condição, o que Eu preciso, para revelar o plano que tenho para a sua vida, para o seu futuro, para a sua família, finanças, saúde, vida sentimental e, principalmente, o seu futuro Comigo (Salvação).

3 – “Eu te enviarei” Com toda a minha Energia e Autoridade para libertar o Meu povo da escravidão faraónica (tudo aquilo que o quer impedir de subir o Monte Sinai) e olhar nos olhos dele como nunca ninguém olhou antes, sem medo, receio, inferioridade, desmotivação, dúvida, desafiando-o e vencendo-o, desfrutando, assim, do sonho que Eu coloquei dentro de você. Eu quero ficar apenas com uma opção, a de realizar o seu maior sonho ou de resolver o seu problema impossível. Mas, você terá que confiar totalmente em MIM e ir contra o destruidor de sonhos, que está a oprimir a sua vida.

4 – “Eu serei contigo” Tudo o que aconteceu até agora não importa, porque a partir de hoje, tudo será muito diferente do Egito. Não alimente o passado, não olhe para as suas condições e, muito menos, olhe para o tamanho dos seus desafios. Tudo, a partir de AGORA, passa a ser totalmente diferente, por isso, olhe para a frente! Eu estou a afirmar que a Minha Presença, a Energia que rege o universo, o Meu Poder, estará contigo em tudo o que fizeres, onde e com quem você estiver, basta apenas que você creia.

5 – “Eu te ensinarei” O Sonho que Eu dou é o Sonho que realizo! Se o Sonho que Eu te dei não se realizou até hoje, é porque você quis agir à sua maneira, atitude que somente fez piorar a sua situação, a ponto de o levar a fugir e desertar do sonho que Eu te dei. Ensinar-te-ei que o que você tem nas mãos, no Meu altar, é o necessário para a completa realização do sonho que coloquei no seu interior. Você somente tem que crer em Mim e nesse sonho, pois a direção para sacrificar quem te dará sou Eu, se ofereceres sobre o Meu Altar o Sacrifício que Eu te estou a pedir. Por isso, a Fogueira Santa é para todos os que crêem. Deus não apenas dá o sonho, mas também a receita para a sua realização.

6 – “Eu Sou o que Sou” Não existe necessidade de apresentação! A vida de quem sacrifica para Mim, também dispensa qualquer palavra. De nada adianta o povo conhecer o Meu Nome, se não conhece o Meu Poder. Agora é o momento de soluções e não de informações! Por isso, despoje-se de todo o “blá-blá-blá”, de conhecimentos disso ou daquilo. Pare de falar e comece a agir, até porque Eu já sei tudo que se está a passar consigo, e é por isso que Eu desci com um objetivo, mas estou à espera de que você VENHA SEM “SANDÁLIAS” E COMIGO, OBEDECENDO À MINHA PALAVRA, e juntos vejamos a realização dos seus sonhos.

 
7 – “O que tens na mão?” É tudo o que é necessário para que o seu Sonho seja completamente realizado! Use-o em Mim, a sua certeza, sacrifício, confiança, perseverança. Eu não preciso de muita coisa, aliás, só de uma: a fé pura! É ela que o leva a apresentar o SACRIFÍCIO VERDADEIRO, porque, só assim, Eu realizarei o seu maior sonho ou solucionarei esse problema impossível. Você vem com o que tem e, para sua surpresa, conseguirá obter além do que espera de Mim, no Meu Altar, mas sempre estará nas suas mãos fazê-lo ou não. O que Deus pediu que Moisés fizesse, por muito menos, qualquer outra pessoa teria sido condenada à morte, por ser considerado um insulto a faraó que, na civilização egípcia, era venerado como um deus vivo, exercendo poderes políticos, religiosos, económicos e militares. Moisés estava a colocar toda a sua vida na total dependência de Deus, ou seja, estava a realizar o completo Sacrifício.

Bp.Julio Freitas

8 Motivos para sacrificar

Sacrificar significa, literalmente, “perder ou abrir mão de algo por um propósito, causa ou ideal”. É uma lei universal, que afeta não só todas as religiões, mas também o funcionamento do mundo secular.

Ninguém pode conquistar sem sacrificar. Se uma criança quer ter boas notas na escola, tem que sacrificar. Se, mais tarde, quiser um curso superior, terá, igualmente, que sacrificar. Se uma pessoa deseja casar, terá também de sacrificar. Se você quiser ser bem sucedido em algum negócio, deve sacrificar. Se alguém quiser ter filhos… sacrificar. E assim por diante.
O Sacrifício é essencial para a fé cristã. Jesus disse que se a pessoa não está preparada para deixar (sacrificar) tudo o que tem, até a sua própria vida, não pode ser Seu discípulo (Lucas 14.26-36).

Seguem-se alguns pontos-chave da Bíblia que nos mostram porque devemos sacrificar:

1- Revela a condição espiritual do doador (Mateus 6.21).
Um jovem, em Marcos 10.17-30, deu as costas a Jesus quando Este o convidou a sacrificar. Todo o seu conhecimento da Palavra de Deus não lhe serviu de nada. No momento do sacrifício mostrou o seu verdadeiro nível espiritual com Deus.

2- É o caminho mais curto e seguro para a vitória (1 Samuel 8-10).
O povo de Israel fazia sacrifícios antes de ir para a batalha para obter a segurança de que a graça de Deus estaria sobre eles.

3-Nem mesmo Deus pôde evitá-lo (Efésios 5.1-2).
Se houvesse uma maneira mais fácil de conseguir o que Ele queria, Ele teria escolhido. Mas não havia. Nem mesmo o Deus Todo-Poderoso pôde evitar o sacrifício. De fato, Ele realizou o maior de todos – O Seu Filho!

4- Demonstra a dependência total de Deus – e independência do resto do mundo (Gn 22.8).
Quando você coloca o seu tudo no altar do sacrifício, automaticamente, liberta-se de tudo o que o aprisiona, colocando Deus na obrigação de sustentá-lo.

5- É a única maneira de revelar o que está no coração de uma pessoa (2 Samuel 24.21-24).

6- O sacrifício não ajuda a Deus, mas sim a pessoa que o realiza. (Salmo 50.12-15).
Ela mostra que tem o fogo real de uma fé ardente dentro de si.

7- -Permite-nos ficar mais perto de Deus (Hebreus 10.19-22).
O verdadeiro significado da expressão “sacrifício”, na Bíblia, vem de uma palavra hebraica (qorbãn) cuja raiz significa “aproximar” ou “ser trazido perto”.

8-Dá-me a segurança total da resposta de Deus (Gênesis 22.16-18).
O sacrifício transporta-me para uma realidade onde “todas as coisas são possíveis”.

Sem um objetivo, não há sacrifício. Sem sacrifício, não há objetivo. Sem dor, não há vitória!
Você terá a oportunidade de apresentar o seu sacrifício no Altar Santo de Deus.
 Como é que você o fará?

Bp. Julio Freitas

Os sete perigos que comprometem o sacrificio de Israel

1º Perigo – Tocar no Dízimo


Ainda que você esteja sacrificando para Deus; não se pode completar o sacrifício com o Dízimo, porque o Dízimo é de Deus e o sacrifício é seu. Você é quem tem que sacrificar. (Deuteronômio 12:06)

2º Perigo – Esperar cair do Céu

Você não deve esperar cair do céu, lembre-se que o sacrifício é seu, Deus não vai te ajudar, você é quem tem que sacrificar. O próprio Jesus pediu ajuda ao Pai, e não foi possível. (Marcos 15:34)

3º Perigo – Deixar para amanhã

Nunca deixe para depois o que tem que fazer agora, existe pessoas que deixam para última hora. Quando Davi Lutou com Golias, ele foi o primeiro da batalha. (1 Samuel 17:48)

4º Perigo – Não manter uma meta

Há pessoas que falam: eu vou sacrificar o que eu posso, não é assim, Lembra que Deus pediu a Abraão o seu Isaque e não o Ismael, ou seja, tem que ser o seu maior sacrifício. (Gênesis 22:2)

5º Perigo – Oferecer de todo o coração

A Bíblia diz ‘enganoso é o coração’, humanamente falando, o coração nunca gosta de sacrificar, tem que ser feito aquilo que o coração não quer, o que você acha quando Deus disse para Abraão sobre sacrificar o próprio filho? O que Abraão sentiu será que Ele ficou feliz? (Juízes 13:5)

6º Perigo – Dizer Deus sabe que eu tentei

Muitas são as pessoas que se acomodam no sacrifício, elas usam este argumento para justificar o espírito acomodado pelos seus fracassos (por não querer sacrificar). (Mateus 16:23)

7º Perigo – Infidelidade

Tudo o que o diabo espera é isto, o fracasso das pessoas no trato delas com Deus, nisto ele vê que não houve um empenho das pessoas no cumprimento da sua palavra, contudo o diabo passa a ter força contra ela, é por isso que Deus disse a Abraão: “Anda comigo e sê perfeito.”

sábado, 29 de outubro de 2011

30 desculpas de quem não qer sacrificar (30 "isolantes")

Veja e ouça todas estas desculpas de quem, mesmo frequentando a Igreja, tudo lhe faltará!

DESCULPAS DE QUEM NÃO QUER SACRIFICAR:

1. Medo inexplicável:

2. Dúvidas acerca do resultado:

3. Insegurança quanto à rotina diária, logo a seguir ao voto:

4. Usa a Onisciência Divina para justificar a falta de condições:

5. Falsa sensação de bem-estar:

6. Sente que ninguém o apoiará:

7. Deceções anteriores:

8. Acha que já fez de tudo:

9. Compara-se aos outros:

10. Auto-comiseração:

11. Deus não tocou no meu coração:

12. Jesus já derramou o sangue por mim:

13. Tenho outras responsabilidades:

14. A minha vida já é feita de sacrifícios:

15. A minha esposa ou marido já está a sacrificar:

16. Deus é rico e não precisa de sacrifícios:

17. O tempo dos sacrifícios já passou:

18. Realça os maus testemunhos de que ouviu falar:

19. Frequento a Igreja há pouco tempo:

20. É melhor obedecer do que sacrificar:

21. Porque faço a Obra, não preciso de sacrificar:

22. Estou a aguardar a resposta de campanhas anteriores

23. Não vejo necessidade de o fazer:

24. Preciso de mais argumentos:

25. Preciso de ver para crer:

26. A minha fé é suficiente:

27. Apenas me interessa o lado espiritual:

28. Deus irá abençoar da mesma forma:

29. Tenho quase tudo o que necessito:

30. Sou pobre:


sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Livro Autoridade Espiritual - Watchman Nee (Download)


O conteúdo deste volume compreende uma série de mensagens que foram transmitidas em chinês durante um período de treinamento de obreiros realizado em Kuling, Foochow, na China, em 1948, e foram agora traduzidas das anotações publicadas de alguns dos que fizeram o curso de treinamento.


As citações bíblicas são da Edição Revista e Atualizada no Brasil de João Ferreira de Almeida, pela Sociedade Bíblica do Brasil.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Quem quer mudar o mundo?

Um dedicado cientista passava os dias trancafiado em seu laboratório, procurando soluções para os problemas do mundo.

Seu filho de 4 anos sentia muito a ausência do pai e um dia resolveu ajudá-lo em seu trabalho.
O pai, irritado com as interrupções do filho, disse: Meu filho, o papai tem muito trabalho a fazer, e você aqui só irá me distrair, tirar a minha atenção.
Diante do rostinho desapontado do filho, o coração do pai se condoeu. Pegando uma velha revista, arrancou uma das páginas que continha o mapa do mundo e a cortou em várias partes. Com os recortes e a cola, o cientista disse ao filho: Já que você quer ajudar o papai, então você vai consertar o mundo para mim.
O pai estava certo que seu filho levaria de dois a três dias para montar aquele quebra-cabeça.
Mas qual foi a surpresa quando, duas horas depois, o menino veio correndo ao encontro do pai, eufórico, com a boa notícia: Pai, já acabei! Pegando o mapa já todo colado, o pai verificou que todas as partes estavam realmente encaixadas em seu devido lugar. Ficou perplexo, sem acreditar no que estava vendo, e logo quis saber como o filho conseguira tamanha façanha, e em tão pouco tempo: Filho, como você conseguiu consertar o mundo, se nunca tinha visto antes?
O filho, todo orgulhoso, prontamente respondeu: Pai, quando o senhor levantou a página para cortar o mundo, eu vi que atrás tinha a foto de um homem. Assim eu consertei primeiro o homem e depois virei a página e vi que tinha consertado o mundo.
Essa simples historinha nos traz um ensinamento de grande valor. Antes de querermos resolver os problemas deste mundo, precisamos nos consertar cada um a si mesmo.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

As 10 Principais Raízes Ruins

Ira A raiva causa problemas de temperamento, destrói relacionamentos, torna a pessoa difícil de lidar (causando a solidão), agressividade, problemas de saúde relacionados ao stress

Orgulho
Não deixa a pessoa reconhecer seus próprios erros, faz a pessoa teimosa, arrogante; ela não consegue pedir perdão, tem autoconfiança excessiva, afasta as amizades etc. Ninguém consegue tolerar o orgulhoso; ele acaba sozinho

Preguiça
Faz a pessoa ser desinteressada, relaxada, devagar; a pessoa costuma começar e não terminar; não é dedicada, zelosa, nem ativa no que faz; tende a aceitar as coisas como estão; muitos sofrem economicamente por causa da preguiça físicae/ou mental

Avareza
O amor ao dinheiro e coisas materiais é mencionado na Bíblia como a “raiz de todos os males”. Os frutos dessa raiz incluem casamentos destruídos, mentiras, problemas com a justiça (até prisão), amizades desfeitas, rixas de família, pais muito ocupados com o trabalho para criar os filhos, ansiedade etc.

Inveja
Sentimento ruim pelo sucesso alheio; fofocas, mágoas, complexo de inferioridade, insegurança, baixa autoestima, inimizades etc.

Cobiça
Principalmente os apetites sexuais descontrolados – mas não limitado ao sexo. Pode incluir qualquer desejo ardente por algo que normalmente não se deve ter; toda forma de abuso

Glutonaria
Na essência, é a falta de domínio próprio — raiz de todos os vícios e excessos.

Egoísmo
Gera individualismo, ingratidão, abusos, faz a pessoa ser indiferente às necessidades das outras, egocêntrica

Medo
Gera a falta de atitudes, ciúmes, desconfiança, depressão, miséria econômica, procrastinação, timidez, dúvidas, pensamentos negativos etc.

Hipocrisia
O fingimento e falsidade que encobrem todas as demais raízes. Ela dá força à todas as demais raízes. Como a terra cobre e alimenta as raízes de uma árvore, assim a hipocrisia fortalece as raízes ruins na vida da pessoa.

Diferenças entre Seguidor e Discípulo

O seguidor espera pães e peixes (mt 4.4);

o discípulo é um pescador (lc 5.10);
o seguidor luta por crescer (jo 15);
o discípulo luta por reproduzir-se (mt 28.19);
o seguidor entrega parte dos seus desejos (mt 6.24);
o discípulo entrega toda sua vida (rm 12.1);
o seguidor é condicionado pelas circunstâncias(mt 4.37-38);
o discípulo aproveita-as para exercitar sua fé (II co 4..8-11);
o seguidor vale, porque soma (lc 9.33);
o discípulo vale, porque multiplica (atos 4.4; 6.1);
o seguidor gosta de afago (jo 13.25)
o discípulo gosta do serviço e do sacrifício (I pe 2.5);
o seguidor é valioso ( lc 12.7 );
o discípulo é indispensável ( atos 1.8; II tm 2.15 ).

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

As 9 frases que o verdadeiro homem de Deus não pode esquecer

Separei em uma relação de 9 frases, o que todo Homem de Deus deve meditar. Leia atentamente e passe para aqueles que você considera homens de Deus.


1 – ‘Deus não escolhe pessoas capacitadas, Ele capacita os escolhidos.
2 – ‘Um com Deus é maioria.’
3 – ‘Devemos orar sempre, não até Deus nos ouvir, mas até que possamos ouvir a Deus.’
4 – ‘Nada está fora do alcance da oração, exceto o que está fora da vontade de Deus.’
5 – ‘O mais importante não é encontrar a pessoa certa, e sim ser a pessoa certa.’
6 – ‘Moisés gastou: 40 anos pensando que era alguém; 40 anos aprendendo que não era ninguém e 40 anos descobrindo o que Deus pode fazer com um NINGUÉM.’
7 – ‘A fé ri das impossibilidades.’
8 – ‘Não confunda a vontade de DEUS, com a permissão de DEUS.
9 – ‘Não diga a DEUS que você tem um grande problema. Mas diga ao problema que você tem um grande DEUS.’

Bp. Augusto Dias

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Colocar lenha na fogueira

Se você quer ser um receptor de toda energia de Deus, entregue-se 100%! (Parte 2)
Cinco homens escalavam uma montanha quando, de repente, um grande estrondo. Era uma avalanche de neve.

Procurando escapar com vida, acabaram entrando numa caverna, ficando presos dentro dela pela imensa quantidade de neve que bloqueou a entrada. Teriam que esperar até o amanhecer para poderem receber socorro.
Cada um deles levava consigo um pedaço de lenha, mas havia bastante lenha no chão da caverna, e assim acenderam uma pequena fogueira ao redor da qual procuravam se aquecer.
O tempo foi passando e a fogueira consumiu toda lenha encontrada no local. Se o fogo se apagasse, certamente todos morreriam. Chegou assim a hora de cada um colocar sua lenha na fogueira.
O primeiro era um racista. Discretamente percorreu os olhos por todos os companheiros de infortúnio e descobriu que um deles era negro.
Então ele raciocinou consigo mesmo: "Não quero que aquele negro se esquente com o fogo da minha lenha". E assim guardou-a disfarçadamente, cobrindo-a com o casaco, escondendo-a dos demais.
O segundo homem era muito rico, porém tremendamente avarento, o que popularmente chamamos de "pão-duro", sovina. Em tudo na vida objetivava apenas obter lucros. Assim, ele perguntou aos demais:
- Quanto vocês me pagariam por este pedaço de lenha que tenho? Posto que ninguém lhe ofereceu a quantia que ele esperava, também guardou sua lenha.
O terceiro homem era o negro. Embora aquele racista tenha procurado disfarçar, ele tinha percebido sua mudança de comportamento após contemplar seu rosto mais atentamente e ter notado sua cor escura. Seus olhos faiscavam de ressentimento quando lembrava do acontecido.
Então, ele pensou: "Esses homens não merecem minha lenha e, de mais a mais, talvez precise dela para me defender se quiserem me matar". E assim também guardou sua lenha.
O quarto homem era um juiz. Depois de se identificar, usando sua autoridade, determinou que cada um lhe entregasse sua lenha, para que ele mesmo fosse colocando na fogueira, à medida que fogo começasse a se apagar. Como ninguém obedeceu, ele também não colocou o seu pedaço de lenha na fogueira.
O quinto homem era um pobre morador daquela montanha, que conhecia muito bem a região e sabia que a nevasca poderia durar toda noite.
Portanto, preferiu esperar e colocar sua lenha na fogueira mais tarde.
Com esses pensamentos, os cinco homens permaneceram imóveis e, nessa indecisão, aconteceu do fogo se apagar. Todos contemplaram atônitos, a última brasa da fogueira se transformar em cinzas e finalmente se apagar.
Quando amanheceu o dia, a equipe de socorro chegou à caverna e encontrou cinco cadáveres congelados, cada qual segurando um feixe de lenha. Olhando para aquele triste quadro, o chefe daquele agrupamento exclamou:
- O frio que os matou não foi o de fora, mas o de dentro.
Meditando sobre essa história, lembramos dos ensinamentos dos nosso Senhor Jesus Cristo: "Daí, e dar-se vós-à; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão, porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também" (Lucas 6.38).
Quantos morrem agarrados a seus "feixes de lenha", não sabendo que esse apego é exatamente o que lhes tira a vida?
Para cada um daqueles homens da história, o feixe de lenha materializava o próprio coração: arrogância, ganância, orgulho, magóa e, finalmente, para o último, seu próprio medo. O segredo é dar o coração para Jesus e viver livre de si próprio e desse mundo


E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento. (Lucas 10:27)



segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Se você quer ser um receptor de toda energia de Deus, entregue-se 100%!

  E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento. (Lucas 10:27)


Conta uma velha lenda que certo mendigo encontrou-se com um príncipe, que vinha cavalgando com sua comitiva pela estrada.

Humildemente, o mendigo solicitou-lhe uma esmola, mas o príncipe ralhou com ele:
- Eu sou o príncipe. Futuro rei deste reino. Você é quem deveria dar-me alguma coisa. Você é quem deveria presentear-me. O que você tem nesta sacola?
- Teu servo não tem nada, meu senhor. Tenho aqui comigo apenas 5 pães velhos que ganhei de uma boa senhora, na última vila por onde passei.
E, para surpresa do mendigo, o príncipe ordenou:
- Então, reparta comigo os seus pães velhos.
Temendo as conseqüências de uma possível desobediência, muito à contragosto o mendigo deu-lhe dois pães.
O príncipe, então, meteu a mão no bolso, tirou 2 moedas de ouro e jogou-as aos pés do pedinte, que ficou se lamentando por não ter-lhe dado tudo.

sábado, 1 de outubro de 2011

Uma Raiz Começa com a Semente

Ao descrever o seu desporto, corredor de ultra maratonas Micah True descreveu o momento que viu um homem de 95 anos caminhando nas montanhas Copper Canyons no México.

Tendo em consideração que estas montanhas são em muitos lugares inacessíveis por carro, mostra o quanto quase impossível era esta tarefa.
Quando perguntaram para Micah a sua opinião em como era possível tal coisa para um homem de idade tão avançada, ele respondeu que este homem era um índio morando num lugar remoto e por isso talvez nunca ninguém lhe tinha dito que ele não conseguiria fazer tal coisa.
Toda a vez que alguém nos diz que não conseguimos fazer algo, estamos sendo programados para este mesmo facto. Isto é porque palavras sejam elas negativas ou positivas sempre darão fruto. Uma vez que uma palavra negativa é plantada na nossa mente, com certeza ela irá produzir um fruto mau e amargo.
Veja por exemplo crianças que sempre cresceram ouvindo dos seus pais que nunca seriam ninguém na vida… Sempre ouvimos histórias de pessoas que ouviam algo assim ao crescerem e ficaram cicatrizadas permanentemente pelas coisas que ouviram.
Tudo isto porque aquelas raízes cresceram mais e mais profundas e a pessoa não sabia o que fazer para ser livre.
Quanto mais profunda a raiz, mais difícil é confrontá-la. Mas a forma de arrancar uma má raiz e só uma; ela tem que ser encontrada, enfrentada, e arrancada. Só depois a sua vida começará a dar um bom fruto.
Deus é consigo,

Pr. James Marques

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Missão de mãe (Tania Rubim)

Missão de Mãe - Introdução
Falando com as mães das crianças do pre-sisterhood, abordamos vários temas importantes e creio que pode ajudar você também, na maneira como lidar com seus filhos. Para isso ou escrever uma serie de artigos, sendo que este é a introdução.
Os filhos tem suas necessidades, como:
Físicas – comida, abrigo, roupas
Emocionais – amor, aceitação, afeto
Intelectuais – a oportunidade de desenvolver habilidades para a vida diária
Espirituais – orientação de como conhecer a Deus e desenvolver um relacionamento com Ele.
Quando a família é disfuncional ela deixa de atender a uma destas necessidades ou talvez varias delas.
Mas como saber se sua família esta sendo bem estruturada ou se tem existido algumas lacunas?
Olhem o que acontece nas famílias disfuncionais:
-não conversam
-mantem segredos de família
-não querem enxergar, ignoram comportamentos inapropriados e tem uma percepção distorcida da realidade
-não sentem, deixando de levar em consideração emoções verdadeiras
-não confiam e por isso se isolam dos demais membros da família
-os filhos lutam desesperadamente para serem perfeitos e assim satisfazerem as expectativas dos pais.
Mas este quadro pode mudar, com a ajuda de Deus e sabedoria, vamos então aprender como lidar melhor com a criançada.

Missão de Mãe - 2 - Seja Exemplo
Falar só não basta, as crianças querem ver, pois como você já deve ter notado elas imitam tudo.
As vezes você manda seus filhos fazerem coisas que você mesma não pratica, então são palavras vazias que não trazem resultado algum. Então você diz:
“Você não pode mentir, se eu sei que você mente para a mamãe, vou te colocar de castigo.”
Mas seu filho vê que as vezes você solta uma mentirinha.
“Você já orou antes de dormir?”
Mas ele nunca vê você orando.
“Não pode fumar nem beber, esta proibido.”
Sendo que você faz isso o tempo todo.
“Não pode bater nas crianças, na escola, você precisa se dominar”.
No entanto ele vê em casa que a mãe grita com o pai e vice-versa, por isso ele se tornou uma criança nervosa e você nem se deu conta que o ambiente familiar influencia o caráter e a personalidade do seu filho.
Seu filho precisa ver em você um exemplo a ser seguido, desse modo você tem toda a autoridade para falar, pois você pratica o que você fala.
São palavras acompanhadas de ação e testemunho, é isso que funciona.
Sabemos que não ha um manual de como criar um filho, mas com a ajuda da Palavra de Deus e buscando Sua sabedoria você sabe que não esta sozinha.
Eva como primeira mulher criada por Deus e primeira mãe não tinha um exemplo humano a quem seguir, ela não tinha quem pudesse lhe dar umas dicas de como atuar com as crianças, o que fazer em cada situação ou qual atitude tomar quando seu bebe chorasse. Já pensou ela não tinha uma mãe por perto, mas Deus foi o modelo perfeito para Eva, assim como é para os pais que se sentem incapacitados para tamanha responsabilidade.
Não sinta medo mãe, você vai conseguir realizar esta tarefa, mas não se esqueça que suas atitudes falam mais que suas palavras.
“Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele. “ Provérbios 22:6

Missão de Mãe 3 – Comparações
Isto acontece com muita frequência, não que as mães o façam de propósito, mas realmente isto não é saudável para nenhuma criança.
Quando a mãe começa a comparar o filho com o irmão, o priminho ou até mesmo com um amigo da escola, sem dar-se conta ela esta prejudicando o filho, ele sente que não é o suficientemente bom e começa a sentir-se inferior ou até mesmo fica revoltado e com baixa autoestima.
As crianças nunca são iguais, ainda que sejam da mesma idade, elas não tem o mesmo comportamento nem as mesmas habilidades.
Veja se estas palavras lhe soam familiares:
“Seu irmão é tão comportado, não sei a quem você puxou tão malcriado; Olha como seu amiguinho é inteligente, vê se aprendes e deixas de ser burrinho; sua prima é muito mais prendada que você, na realidade não sei mais que fazer contigo, você não me ajuda em nada”.
Frases como estas são como uma facada no coração do seu filho, comparar não melhora o comportamento da criança como é sua intenção, pelo contrario só piora, pois ela se sente tão mal que não tem vontade de mudar e ser melhor. Talvez você pensa que esta ajudando seu filho, mas esta atrapalhando.
Porque não usar outra tática, com palavras amorosas incentivar seu filho a ser diferente? Elogiar quando ele acerta, ou quando faz algo para você, ainda que não saiu perfeito, ele se esforçou.
Não aponte somente seus defeitos, saiba apreciar suas virtudes, para que ele sinta que é amado do jeito que ele é.
"Vós, pais, não irriteis a vossos filhos, para que não fiquem desanimados."
Colossenses 3:21
Se você já sofreu com comparações quando criança e isso lhe afetou até a vida adulta, deixe seu comentário, para que os pais saibam como essa situação prejudica os filhos.

Missão de Mãe 4 – Favoritismos
Ainda que, inconscientemente as vezes os pais sentem favoritismos entre os filhos, no entanto não devem deixar transparecer que gostam ou se identificam mais com um filho que com o outro, isso pode provocar rivalidades e ódio entre os irmãos, pois os dois desejam ser amados e aceites de igual maneira.
Saiba identificar quando você favorece mais um filho do que o outro:
-Na maneira que você trata os dois
-Quando eles brigam, você sempre defende o filho favorito, ainda que ele não esteja com a razão
-Quando você fala com alguém dos seus filhos, só menciona o preferido, seus olhos brilham ao falar dele, enquanto que do outro você nunca fala
-Só elogia um, o outro ainda que faça coisas boas e acertadas, você nunca reconhece
-Você beija e abraça mais um que o outro
-Na hora de comprar algo, sempre o melhor e mais bonito é para o filho preferido.
Estes são alguns sinais de que você tem praticado o favoritismo, isto vai trazer consequências dolorosas e duradouras para a criança que se sente menos amada ou ate mesmo desprezada.
Peça a Deus sabedoria para nunca cometer esse erro, e aprecie todos os seus filhos, eles podem não ser iguais, mas são igualmente seus.
Rebeca era uma boa esposa e mãe de gêmeos, Jacob e Esaú, mas ela favorecia a seu filho Jacob. Por este motivo ela cria varias estratégias e manipula as situações para que seja Jacob a receber a benção do pai e não Esaú que era o primogénito e tinha direito a benção.
Assim aconteceu, Isaque, em seu leito de morte e sem saber deu a benção a Jacob e isto provocou o distanciamento físico da família.
Mais tarde isto veio a acontecer com Jacob que tinha favoritismo pelos seus filhos com Raquel. Seus filhos com Lia vendo isso, venderam ate o próprio irmão, Jose, por ciúmes, veja que desenlace horrível.
É uma historia triste, mas que se repete nos dias atuais, muito cuidado com as comparações e favoritismos, as crianças se dão conta de tudo e isso interfere no seu interior e no seu desenvolvimento intelectual.

Missão de Mãe 5 – Amor x Disciplina
E agora como deixar os sentimentos de lado? É hora de fazer uso do equilíbrio, nem oito, nem oitenta.
O amor e a disciplina devem caminhar juntos, a criança precisa dos dois. Se só recebe amor, será uma criança malcriada, egocêntrica e mimada. Se só tem disciplina será uma criança fria e triste, assim como um robô, faz tudo direitinho, mas não tem sentimentos.
O amor é imprescindível para o desenvolvimento, mas ele tem que ser acompanhado de regras.
Mãe você deve ser firme na hora da repreensão, cumpra a sua palavra, não mostre debilidade, só assim eles aprendem a ter respeito, faça o que prometeu que iria fazer, caso seu filho desobedeceu ou fez algo errado, é assim que se forma o caráter das crianças. Se você fala mas não cumpre, ele nunca ira obedece-la, pois sabe que não acontece nada, que você não terá coragem de castiga-lo.
Mas também na hora de dar carinho, não poupe beijos e abraços, isso nunca é demais. A criança que se sente amada é mais segura de si mesma e com certeza saberá retribuir seus gestos de carinho e será assim com as demais pessoas.
Temos como exemplo o profeta Eli, que por não disciplinar a seus filhos e deixa-los cometer toda sorte de irregularidades na casa de Deus, todos morreram, ele usava seu sentimento de pai e não conseguia repreende-los. Isso não ajudou seus filhos nem agradou a Deus, trazendo consequências desastrosas. 1 Samuel 2
“A vara e a repreensão dão sabedoria; mas a criança entregue a si mesma envergonha a sua mãe.” Proverbios 29:15

Missão de mãe 6 – Não se deixe confiar
Infelizmente no mundo que vivemos hoje, tínhamos que ter quatro olhos.
Do jeito que as crianças são inteligentes, elas nos passam a perna em um abrir e fechar de olhos, por isso devemos estar muito atentas.
Você como mãe não se deixe confiar, as crianças com tal de conseguirem o que elas querem ou descobrir o “mundo”, são capazes até de mentir, a curiosidade delas é tão grande, que para elas não ha limites.
Assim que, você deve ser uma mãe atenta, vou dar algumas dicas:
-Veja quem são as amizades dos seus filhos – procure conhecer seus amiguinhos, saber onde moram e se possível conhecer a família. Muitas crianças e jovens estão no mau caminho por se deixarem influenciar com mas amizades.
-Confira o que seus filhos assistem na televisão - ha programas que não são próprios para a idade deles, ate mesmo os desenhos hoje em dia você deve selecionar. Não permita que eles estejam o dia todo assistindo T.V., eles devem ter outras atividades que contribuam para o seu crescimento e desenvolvimento, como esportes, brincadeiras em grupo ao ar livre, ajudar em alguma tarefa da casa para aprender a ser responsável.
-Saiba o tipo de brincadeiras que fazem – quando a turma se junta tudo pode acontecer, então ainda que não esteja junto deles, mas de longe sempre procure saber e observar o que eles estão fazendo, quais as brincadeiras.
-Cuidado com o vídeo game – as vezes a sua vida é tão corrida, você chega em casa e tem uma montanha de coisas para fazer, o que você deseja é um pouco de tranquilidade, então que melhor coisa que deixar seu filho horas no vídeo game, assim ele não ira atrapalha-la. Errado, os jogos de hoje são muito violentos, esta comprovado que muitas crianças são nervosas e ate mesmo agressivas por conta desses jogos. O melhor seria que eles nem jogassem vídeo game.
-Internet – a internet pode ser um perigo para as crianças e adolescentes, não permita que seus filhos a usem sem a sua supervisão. As crianças são inocentes e curiosas, elas não têm noção do perigo e acreditam facilmente nas pessoas. Muito cuidado.
Vamos vigiar, as vezes coisas que parecem inofensivas são prejudiciais, e coisas que parecem inocentes são perigosas.
Abra seu olho, não se deixe confiar!
“Porque o Senhor repreende aquele a quem ama, assim como o pai ao filho a quem quer bem.” Proverbios 3:12

Missão de Mãe 7 – Responsabilidade
A responsabilidade da educação dos filhos é seguramente dos pais.
Essa tarefa não deve ser passada a outra pessoa, nem a professora da escola, nem a educadora da EBI, a televisão ou a rua.
É importante que os pais se façam presentes na vida dos filhos, saibam o que eles gostam, possam dar amor, também correção e ensinamentos que irão formar o seu caráter. Também devem apresentar-lhes a fé no Senhor Jesus e ensina-los a obedecer a Palavra de Deus.
Nos dias de hoje existem pais que não têm tempo para os filhos e por isso tentam suprir a sua ausência com presentes e fazendo todas as vontades, isso não esta correto, nada pode substituir uma conversa que você tem com o seu filho, algo que você lhe ensina, um dia que saem juntos para conviver, uma oração que você faz com ele antes de dormir, parecem detalhes, mas fazem a diferença, as crianças precisam de atenção.
Talvez você tem vivido assim, não sabe nada a respeito do seu filho, quem são seus amigos, a comida predileta, o esporte preferido.
Você não pode pensar que a sua responsabilidade é somente por comida na mesa e vestir o seu filho, papel de mãe e pai é muito mais que isso, vocês estão criando e educando um futuro adulto e isso requer de muito trabalho e empenho. Por isso a importância do planejamento familiar.

Missão de Mãe 8 – Divórcio
O divorcio sempre é difícil e provoca dor, principalmente nas crianças que desejam ver os pais juntos e felizes.
Mas quando acontece é necessário saber lidar com essa situação.
Normalmente a mãe ou o pai que esta decepcionado e ferido quer provar para a criança o quanto aquele que errou é mau e então começam os ataques, palavras são ditas aos filhos que vão causar mais dor e sofrimento nas crianças.
Veja alguns exemplos:
Seu pai (ou mãe), não presta, você viu como foi embora e nos abandonou?
Ele não quer saber de vocês, depois fala que os ama
Ele é o pior pai e marido do mundo, não sei como pude casar com ele
Agora só quer saber da nova família, nem lembra mais que vocês existem
Veja bem os filhos amam os pais de igual maneira, com suas falhas e defeitos, assim como os pais amam os filhos ainda quando erram.
Talvez como você foi traída ou abandonada e esta doída e com muita raiva e até magoa, você quer que seus filhos sintam isso que você esta sentindo e fiquem do seu lado, mas nunca devemos semear o ódio no coração das crianças, o pai sempre vai ser o pai e a mãe de igual modo e eles os amam apesar de tudo.
Falar que o pai não presta, que não os ama, que não quer saber deles, vai prejudicar seu filho.
As crianças precisam do amor de ambos e sentir que são queridas mesmo quando os pais não estão juntos.
Não esqueça, seu companheiro pode ter deixado de ser seu marido, mas ele nunca deixara de ser o pai de seus filhos.
Não se pode misturar o problema de casamento, com a relação entre pai (ou mãe) e filhos.
A raiva deve ser deixada de lado e deve ser feito o que é melhor para a estabilidade emocional da criança.

Missão de Mãe 9 – O poder das palavras
Quer saber uma coisa que jamais você deve fazer?
Apontar os defeitos de seus filhos para outras pessoas. Eu já vi esta situação acontecer, a mãe não estava satisfeita com o comportamento da filha, então quando recebia alguém em casa, começava a falar tudo de ruim que a filha fazia, com a intenção de que ela ganhasse vergonha na cara e mudasse suas atitudes, mas acontecia exatamente o contrario.
Então começava o desabafo da mãe diante da família que estava de visita:
“ Ela é preguiçosa, não quer fazer nada, acorda tarde, deixa o quarto uma bagunça, não parece em nada com a irmã, não tenho ideia a quem puxou...”
E por causa de tudo isso acaba por dizer a filha:
“Ninguém vai querer casar com você desse jeito, você vai ficar sozinha, o primeiro namorado que você tiver, vou contar tudo pra ele, quando souber como você é, vai fugir as léguas...”
Tenha cuidado com suas palavras, elas fazem toda a diferença, como mãe sua palavra tem autoridade na vida de seus filhos, assim que nunca jogue pragas ou os amaldiçoe, use o poder das suas palavras para abençoa-los, confesse coisas boas.
As vezes no momento da raiva se dizem muitas coisas, e logo vem o arrependimento, mas lembre-se, depois que as palavras saem da sua boca, não tem como faze-las regressar.
Vigie suas palavras e domine sua ansiedade por falar precipitadamente, o futuro de seus filhos depende em grande parte do que você determina para a vida deles.
“ Da mesma boca procedem benção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto seja assim.
Pode a fonte jorrar do mesmo manancial agua doce e agua amargosa?” Tiago 3:10,11

Missão de Mãe 10 - Perseverança na oração
Até agora abordamos vários temas que podem ajuda-la na sua missão de mãe, mas existem problemas que estão fora do seu alcance, por mais que você se esforce para ajudar seus filhos, não consegue mudar a situação.
Neste momento entra a fé sobrenatural, o que você não pode fazer, Deus pode.
Se seu filho é rebelde, se junta com mas companhias, tem vícios, não lhe obedece e você sente que já fez de tudo, já conversou, ensinou, deu amor, levou no psicólogo e tudo segue da mesma maneira, então você deve lutar em oração, para que Deus venha fazer o milagre de transformação e libertação.
Nunca pense que para seu filho não tem mais jeito, confie no poder de Deus e use a sua fé.
A bíblia nos mostra o exemplo da mulher cananeia, sua filha estava totalmente endemoninhada.
Ela não pertencia ao povo Judeu e por isso não tinha direito as bênçãos, mas ela foi atrás de Jesus clamando por socorro e ainda que no começo Ele não lhe prestou muita atenção, a perseverança dela foi tão grande que Jesus teve que abençoa-la. Mateus 15:21-28
O amor de mãe, a encorajou a tomar uma atitude de fé e lutar ate ao fim sem desistir.
E você, tem fé para lutar ou esta querendo resolver tudo na força do braço?

Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, Brazil
Quero aqui repartir com todos um conteúdo de mensagens para reflexão e edificação espiritual, o nosso objetivo é ganhar almas para o nosso Senhor Jesus... Se de alguma maneira esse blog puder ajudar ao menos uma pessoa no mundo todo, na caminhada pela salvação, já me sinto gratificado... "Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns. E eu faço isto por causa do evangelho, para ser também participante dele." (I Corintios 9:22,23)

Veja Também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...